Pelenise Alofa recebeu um prêmio da Commonwealth Points of Light. (Foto: Adventist Record)
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Pelenise Alofa, de Quiribati, foi homenageada com um prêmio Commonwealth Points of Light pelo gabinete do Primeiro-Ministro do Reino Unido por seu trabalho ambiental. Especificamente com as comunidades para responder às mudanças climáticas e conscientizar sobre o assunto internacionalmente.

“Em 2008, eu comecei a defender o mundo para salvar o Quiribati e o Pacífico dos impactos das mudanças climáticas”, disse Alofa.

“Como cristãos, precisamos cuidar de nosso meio ambiente, dos recursos e das pessoas. Se o mundo não tem certeza sobre as mudanças climáticas, o que é mais importante é ajudar as pessoas a terem uma vida sustentável e feliz”, completa.

Histórico de envolvimento 

Originário de Fiji, Alofa estudou em seu país, na Escola Adventista de Vatuvonu e na Faculdade de Fulton. Ela frequentou a Universidade Adventista do Pacífico (PAU), em Papua-Nova Guiné, e a Universidade de Avondale, na Austrália. Também lecionou na PAU e trabalhou na Universidade do Pacífico Sul.

Por mais de 13 anos, Alofa dirigiu a Rede de Ação Climática de Quiribati, na condição de voluntária. A rede ajuda as comunidades a desenvolver e construir tanques de água potável e abrigos, e oferece treinamento vocacional para preparar melhor as pessoas para uma potencial migração em resposta ao aumento do nível do mar.  

“Eu fiquei surpresa de receber o prêmio Points of Light”, afirmou ela. “É uma grande honra para minha organização, família, país, e para minha igreja, especialmente para todas as pessoas que me ensinaram os valores cristãos”, ressalta.

O prêmio Points of Light reconhece voluntários individuais excepcionais – pessoas que estão mudando suas comunidades.

O Alto-Comissário britânico em Quiribati, George Edgar, parabenizou Alofa por seu prêmio, que, de acordo com ele, reconhece “seu trabalho para conscientizar sobre a ameaça existencial que a mudança climática representa para seu país”.

“Agradeço a Deus por ter vindo para Quiribati”, disse Alofa, que frequenta o templo adventista de Anrae. “Viver aqui ajudando meu povo me deu a maior satisfação. Receber sorrisos gratos é a melhor recompensa para qualquer pessoa. Oro todos os dias para que Deus resplandeça Sua face em mim para que eu possa trazer paz e alegria a todos aqueles que eu encontrar.”

Prêmio de conservação

O biólogo e professor Patrick Pikacha com sua esposa em uma viagem para a Baía Milne, Papua-Nova Guiné. (Foto: Adventist Record)

Já o ecologista de vertebrados e biólogo de campo Patrick Pikacha foi homenageado com o Prêmio de Liderança Nacional em Sustentabilidade e Conservação Ambiental pela Secretaria do Programa Ambiental Regional do Pacífico (SPREP).

Pikacha é professor acadêmico em Ecologia na Escola de Ciência e Tecnologia da PAU. Antes disso, ele foi professor-associado em Programas Internacionais da Escola de Ciências Biológicas da Universidade da Queensland, Austrália.

“Trabalho com organizações de conservação de comunidade há mais de 20 anos”, explicou Pikacha, que frequenta a congregação adventista inglesa de Koiari Park.

“Eu tenho paixão por iniciativas de gestão de recursos comunitários que ajudam a manter ecossistemas e serviços, enquanto atendem às necessidades dos seres humanos. Como você sabe, os melanésios (pessoas que nasceram na região de Nova Guiné e demais ilhas ocidentais no continente da Oceania) têm uma conexão inata com o local e a terra. Ainda assim, em nossas terras e paisagens marítimas, temos visto uma exploração insustentável de nossos recursos naturais”, comentou.

Pikacha disse que está honrado com o reconhecimento. “Como nativos do Pacífico que vivem em pequenas ilhas, a gestão dos recursos é assunto de todos”, afirmou. “Eu represento apenas uma fração das pessoas e organizações com a mesma mentalidade como os a Ecolofical Slutions Solomon Islands, que trabalha incansavelmente para garantir que nossos recursos naturais sejam administrados de forma sustentável nas Ilhas do Pacífico”, frisou.

O SPREP é uma organização regional estabelecida pelos governos e administrações do Pacífico, responsável por proteger e administrar o meio ambiente e os recursos naturais do Pacífico. Sua sede fica em Apia, Samoa. (Noticiasadventistas.org)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •