Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ator Leonardo DiCaprio voltou a criticar o presidente Jair Bolsonaro nesta terça-feira (18) devido ao aumento de número de queimadas na Amazônia neste ano. Dados do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) citados pelo ator mostram alta de 28% nas ocorrências em julho deste ano em relação ao memso mês do ano passado.

DiCaprio escreveu que Bolsonaro está “sob pressão internacional para conter os incêndios”, mas duvidou de sua gravidade no passado.

E ainda mencionou que o presidente brasileiro acusou, então, oponentes e comunidades indígenas como responsáveis pelos focos de fogo.

O ator escreveu ainda haver preocupação crescente de que, com a pandemia do novo coronavírus, o tema não esteja recebendo “atenção suficiente”.

DiCaprio, que em seu perfil se define também como ambientalista, usou reportagem do jornal inglês “The Guardian” como fonte para sua publicação. (Revista Fórum)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •