FOTO: Divulgação/Seduc-AM
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A prática da Educação Física parece distante diante do contexto de aulas remotas e foi pensando nisso que a Escola Estadual (EE) Monteiro de Souza, localizada na zona sul de Manaus, passou a promover, semanalmente, atividades que contribuem com o movimento do corpo e com o processo de aprendizagem dos alunos da unidade. Com a iniciativa, a escola realiza jogos e ações como lateralidade e circuitos motores das cores e das letras.

Todas as tarefas são desenvolvidas com o objetivo de sugerir movimentos corporais como subir, descer, rolar, rastejar e saltar, que buscam auxiliar o desenvolvimento motor e corporal de cada criança, desafiadas a testar suas próprias habilidades e evoluir, promovendo, também, a percepção corporal em relação às suas capacidades de movimento.

“Buscamos o desenvolvimento integral do aluno, por meio da psicomotricidade. O corpo em movimento traz grandes benefícios à saúde, como já sabemos, e, no processo educacional, ele é importante para a consciência corporal e o desenvolvimento das habilidades motoras, principalmente, como tarefas de praxia global e fina, que por sua vez ajudarão na aprendizagem da leitura, escrita, concentração e raciocínio lógico”, explica o gestor da unidade, Ednei Neves.

O acompanhamento é feito por meio de grupos de Whatsapp, onde a aula é ministrada pela professora de Educação Física, Anne Caroline. Em seguida, os estudantes retornam por meio de vídeos com as atividades sugeridas.

Com ampla participação dos alunos, o feedback positivo tem rendido bons resultados e ótima aceitação entre pais, estudantes e professores. ”Com a ajuda da minha mãe, cumpro todos os desafios que a professora nos encaminha”, conta o aluno José Queiroz Costa, do 2º ano do Ensino Fundamental, que grava as atividades com o auxílio da mãe, Nilsanda Pinheiro.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •