Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Jair Bolsonaro foi às redes na manhã deste domingo (20) defender o encontro entre Mike Pompeo, Secretário de Estado dos EUA, e o chanceler brasileiro, Ernesto Araújo, em Boa Vista para tratar de ações contra o governo Nicolás Maduro, na Venezuela, às vésperas das eleições presidenciais estadunidenses.

Junto com uma foto em que aparece sorridente ao lado de Donald Trump, Bolsonaro escreveu a “visita do Secretário de Estado @SecPompeo à Operação Acolhida, em Boa Vista/RR, em companhia do @ItamaratyGovBr (Ministro @ernestofaraujo), representa o quanto nossos países estão alinhados na busca do bem comum”.

O encontro foi considerado uma provocação pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que afirmou que a reunião “não condiz com a boa prática diplomática internacional e afronta as tradições de autonomia e altivez de nossas políticas externa e de defesa”.

Araújo rebateu dizendo que as críticas de Maia são “infundadas” e que “só teme a parceria Brasil-EUA quem teme a democracia”. “O povo brasileiro tem apego profundo pela democracia e o regime Maduro trabalha permanentemente para solapar a democracia em toda a América do Sul”, afirmou ainda Araújo, em nota oficial emitida pelo Itamaraty.

Em seu tuíte na manhã deste domingo, Bolsonaro diz que parabeniza Trump “pela determinação de seguir trabalhando, junto com o Brasil e outros países, para restaurar a democracia na Venezuela”.

A publicação ocorre em meio a outra polêmica de Donald Trump, que anunciou de forma unilateral a retomada das sanções que já foram levantadas pela Organização das Nações Unidas (ONU) contra o Irã, e prometeu punir quem não se alinhar aos EUA, gerando reação da comunidade internacional. (Revista Fórum)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •