Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em sua primeira entrevista, como candidato ao governo do estado, o senador Eduardo Braga (PMDB), acompanhado de sua vice, a deputada federal Rebecca Garcia (PP), ao programa Manhã de Notícias, de Ronaldo Tiradentes e Marcos Santos, ao falar do racha com Omar Aziz, deixou claro que ao repassar o governo ao ex-aliado não esperava ser traído por ele ao declarar apoio a outro candidato nas eleições de 2014.

“A questão é do Omar. Ele que tem de falar. Ele não teve uma conversa comigo, não me disse que iria apoiar um outro candidato, quando saí do grupo do Amazonino Mendes, eu saí pela porta da frente”, disparou Braga,

Braga disse que teve altos e baixos com Amazonino, mas com maturidade superou os embates. “Mantivemos uma diálogo pessoalmente e sincero e honesto e correto, nunca fui ingrato com Amazonino”, acrescentou.

Ao falar da aliança com a deputada federal Rebecca Garcia, disse que quando os dois querem as coisas fluem com naturalidade e juntamos a experiência e o espírito da renovação, se referindo a sua vice e a Hissa Abrahão (PPS).

Rebecca disse, ao lançar seu nome como pré-candidata ao governo do estado que pode caminhar na capital e em vários municípios e ao ter acesso ao programa de governo de Eduardo Braga, viu o espaço destinado a mulher e isso lhe chamou a atenção, a levando-a a retirar sua candidatura e aceitar a ser vice-governadora do senador.

“Vi pontos de renovação, possibilidade de sonhos serem realizados”, disse Rebecca, falando que renovação não é apenas juventude, afirmando que Francisco Praciano, é uma renovação.

Rebecca disse ainda, que seu nome como vice na chapa de Eduardo Braga, esta sendo bem aceita pela população.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •