Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Usando uma formação alternativa para preservar o elenco principal para a maratona que a temporada 2021 ainda reserva pela frente, o Vasco acabou derrotado pelo Madureira por 1 a 0, no jogo de ida das semifinais da Taça Rio. Jogando no estádio Conselheiro Galvão, neste sábado, no Rio de Janeiro, o time cruzmaltino teve um jogador ainda expulso no primeiro tempo e depois viu o rival largar na frente com um gol no início da segunda etapa.

Apesar do resultado adverso, o técnico Marcelo Cabo disse no final do jogo que o Vasco tem condições totais de reverter essa situação para ir à final desta fase do Estadual. Ele também explicou o revezamento que tem sido feito entre os atletas do elenco.

“Fizemos um planejamento que o primeiro jogo jogaria a equipe 2, o G2. E o segundo jogo jogaria a equipe principal, o G1. Isso é um planejamento como um todo para a temporada, talvez seja a última oportunidade para abrir uma semana para dar ênfase técnica, tática e física à equipe. Quando a gente retomar a Série B e a Copa do Brasil, vamos só jogar e recuperar os jogadores”, disse o treinador, que ainda completou.

“Eu precisava dar esse ajuste fino e esse polimento para a sequência. E também poder aproveitar os pratas da casa. Alguns foram muito bem, e a gente acabou ganhando jogadores para a temporada. O planejamento do Vasco é usar a base na medida do possível. Não acho nada desastroso, placar de 1 a 0, jogando quase 60 minutos com um jogador a menos”, afirmou.

Com o resultado deste sábado, o Madureira tem a vantagem de jogar por um empate no jogo de volta para ir à decisão. O Vasco, por ter melhor campanha na primeira fase, precisa pelo menos devolver o placar de 1 a 0 para avançar. As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo sábado, às 16 horas, desta vez no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro. (Estadão)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •