Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Após acertar a saída do Cruzeiro através de um acordo na Justiça, o goleiro Rafael foi anunciado no Atlético-MG. Em entrevista à Rádio Itatiaia, o jogador revelou ter sofrido ameaças anônimas, o que lhe obrigou a tomar medidas preventivas, precisando trocar de carro e mudar de residência.

“Eu vivi um momento difícil da transição com ameaças. Tive que trocar de carro, tive que mudar de casa. Sofri muito e a minha família também. Ameaças todos os dias e o tempo inteiro. Tivemos que passar muitas coisas para a polícia. Descobriram os números de celular meu e da minha família, da minha esposa. Mandaram ameaças. E a gente nunca sabe o que é verdade e o que não é, o que pode acontecer”, disse o goleiro.

“Fiquei um tempo sem poder sair também. Infelizmente, não é um problema que envolve somente o torcedor. São pequenas pessoas que fazem isso em todos os âmbitos, seja na política, no futebol, na sociedade em geral. Existem pessoas intolerantes e acabam, de alguma forma, fazendo o mal”, completou.

Rafael chegou ao Cruzeiro aos 13 anos de idade. Era reserva imediato do goleiro Fábio. Contudo, a situação financeira do clube fez com que pagamentos fossem atrasados e Rafael deixou a Raposa. No Galo, desde a chegada de Jorge Sampaoli, o arqueiro tem sido titular absoluto. (Gazeta Esportiva)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •