Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Casarão de Ideias, espaço cultural e de fomento localizado no centro de Manaus, alcançou 33% da meta para dar vida ao projeto de preservação da memória do maior símbolo do Estado, por meio de projeto aprovado, no mês de abril, pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O ‘Teatro Amazonas – Um Jogo em Memórias’, que consiste na criação um quebra-cabeça em plataforma virtual, onde cada peça encaixada apresenta uma curiosidade de seu passado, só poderá ganhar ‘vida’ a partir de doações que podem ser feitas no site Benfeitoria (benfeitoria.com/teatroamojogo).

Até o momento, o Casarão arrecadou pouco mais de R$ 25 mil, sendo que a meta é chegar na quantia de R$ 75 mil até o dia 16 de junho. Porém, caso a meta não seja atingida, todo o valor arrecadado será devolvido aos benfeitores e o projeto não acontece.

 Os interessados em participar, podem comprar cotas que variam de R$ 15 a R$ 2.500, e que possuem recompensas como publicação de ‘muito obrigado’ em post na internet, cartão postal, chaveiro, ecobags, entre outros.

“O Teatro Amazonas é símbolo maior do nosso Estado e da nossa cultura. Por isso, nada mais justo do que no ano do seu 125º aniversário colocarmos em prática um projeto tão importante que preservará sua memória”, comenta João Fernandes, diretor do Casarão de Ideias.

E por ter sido contemplado no Edital ‘Matchfunding BNDES+’, a cada R$ 1 doado, o BNDES doará mais R$ 2, triplicando os recursos até atingir a primeira meta que é de R$ 75 mil.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •