Foto: Kaz Photography/Getty Images
Compartilhe

O ano de 2022 chegou e a Copa do Mundo agora passa a ser o principal evento do mundo da bola. Até lá, no entanto, muitas seleções terão alguns compromissos antes da disputa do Mundial. E para a Seleção Brasileira não é diferente. Mesmo matematicamente classificada, a equipe comandada por Tite tem compromissos pelas Eliminatórias e, nesta quinta-feira (13/1), o treinador faz a primeira convocação do ano.

A equipe brasileira joga contra o Equador no dia 27 de janeiro, fora de casa, e recebe o Paraguai dia 1º de fevereiro no estádio do Mineirão. Com 35 pontos somados e na liderança da classificação Sul-Americana, tendo 6 pontos de vantagem para a Argentina, 2ª colocada, a Seleção do Brasil tem ainda cinco compromissos antes da Copa no Catar.

Para estes compromissos, Tite não poderá contar com Neymar, que segue machucado e se recuperando. Na França, a expectativa é de que o camisa 10 da seleção esteja apto para enfrentar o Real Madrid pelas oitavas de final da Champions League, com jogo de ida marcado para o dia 15 de fevereiro.

O treinador poderá contar com nomes como Alisson e Firmino, que se recuperaram da Covid e estarão disponíveis para serem convocados. A ida do goleiro é praticamente certa, enquanto a do atacante ainda fica em aberto.

Quem pode pintar novamente na lista é Emerson Royal, lateral do Tonttenham que vem atuando bem no Spurs. Não será surpresa se Daniel Alves também surgir na lista, já que desde que retornou ao Barcelona, tornou-se titular na equipe catalã sob o comando de Xavi e com boas atuações.

No meio, Bruno Guimarães ressurge como possibilidade para o meio de campo. O meia do Lyon vem apresentando mais constância que Gerson, que joga no Olympique de Marseille e vem oscilando na equipe comandada por Jorge Sampaoli.

A grande briga ainda segue no ataque. Richarlison pode retornar após uma sequência de lesões. Há uma dúvida sobre a presença de nomes que atuam no Brasil, como é o caso de Gabigol, jogador do Flamengo.

Tite revela a lista às 11h desta quinta (13/1). (Metrópoles)


Compartilhe