Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O São Paulo se encontra em um momento conturbado no Campeonato Brasileiro. A quatro pontos da zona de rebaixamento, o time comandado por Hernán Crespo vem de cinco empates consecutivos, tendo marcado apenas dois gols na sequência. A falta de bolas nas redes adversárias pode ser consequência do alto número de cruzamentos sem efetividade.

Segundo o Footstats, o Tricolor paulista é a equipe que mais cruza na competição nacional. Até o momento, foram 641 no total. Em média de tentativas por jogo, o clube do Morumbi só fica atrás do Santos, com 25,64 contra 26,46.

Apesar de apostar tanto no fundamento, o São Paulo tem o quinto pior aproveitamento em cruzamentos no Brasileirão. A média de acertos é de 18,25%. Somente Atlético-GO, Grêmio, Santos e Fluminense são menos efetivos no quesito.

No empate sem gols com o Cuiabá, na última segunda-feira, o time de Crespo optou mais uma vez por concluir as jogadas em cruzamentos, mas pouco produziu. Foram 26 tentativas, mas somente cinco certos.

O São Paulo tem a pior média de gols por partida no Campeonato Brasileiro, com 1,8. Dos 20 tentos em 25 partidas, sete foram com assistências de cruzamento. Quem mais se beneficiou com a aposta ofensiva foi Rigoni, que já marcou dois gols dessa forma na competição.

Em entrevista coletiva após o empate contra o Santos, na última quinta-feira, Crespo defendeu o uso de cruzamentos. Na ocasião, o Tricolor cruzou 36 vezes, sendo quatro corretamente.

“É uma das situações para atacar. Nesse caso, contra uma equipe muita fechada como o Santos, o São Paulo tentou ser protagonista e jogar no campo do rival. O adversário se fechou atrás, e deveríamos entrar por fora. Eles se fecharam por dentro, então deveríamos tentar por fora”, disse. (Gazeta Esportiva)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •