Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O São Paulo deve voltar a apostar no esquema com três zagueiros para encarar o Atlético-MG, neste sábado, no Morumbi. Com o retorno de Léo, que cumpriu suspensão na última rodada, o técnico Hernán Crespo poderá escalar o seu trio defensivo titular em um confronto dificílimo contra o líder do Campeonato Brasileiro.

Léo teve de ficar de fora contra o América-MG por ter recebido o terceiro cartão amarelo na rodada anterior, na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-GO. Sem o defensor, Crespo preferiu jogar no 4-4-2, com Miranda e Arboleda formando a dupla de zaga.

Vale lembrar que o São Paulo sofreu apenas uma derrota atuando com Arboleda, Miranda e Léo na zaga. Foi contra o Fortaleza, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, em que o Tricolor acabou levando a pior por 3 a 1.

Contra o Palmeiras, pela volta das quartas de final da Libertadores, o São Paulo também iniciou a partida com os três defensores, mas Léo atuou como uma espécie de lateral-esquerdo quando o time ia para o ataque e como zagueiro quando estava sem a bola. Na ocasião, quem ocupou a vaga que deveria ser de Reinaldo foi Gabriel Sara, mas a estratégia não deu certo, o Tricolor acabou sendo derrotado por 3 a 0.

Como se não bastasse o fato de enfrentar o líder do Brasileirão na próxima rodada, o esquema com três zagueiros também pode ser importante pela presença de Galeano na lateral direita. Como Igor Vinícius trata um trauma no olho esquerdo e Orejuela se recupera de estiramento na coxa, Crespo terá de seguir improvisando o atacante paraguaio, que foi um dos destaques contra o América-MG, no setor.

Outra alternativa para a lateral direita seria Rigoni. O argentino, inclusive, atuou como “camisa 2” em um de seus primeiros jogos pelo São Paulo, mas Crespo rapidamente abriu mão de usá-lo no setor devido às ótimas atuações do reforço no ataque. (Gazeta Esportiva)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •