Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

SEUL, 13 SET (ANSA) – A Coreia do Norte testou no último fim de semana um novo míssil de cruzeiro de longo alcance, de acordo com a agência de notícias oficial KCNA.   

Segundo a mídia de Pyongyang, foram realizados vários disparos entre sábado e domingo, na presença de “autoridades de alto escalão”, mas não do líder Kim Jong-un.   

A agência afirma que os mísseis percorreram distâncias de até 1,5 mil quilômetros e que os testes foram “bem-sucedidos”.   

Fotos publicadas pelo jornal norte-coreano Rodong Sinmun mostram um míssil sendo disparado de um veículo de lançamento em meio a uma bola de fogo e um projétil durante um voo na horizontal.   

A Coreia do Norte é alvo de sanções internacionais por conta de seus testes de armas nucleares e mísseis balísticos, que não acontecem desde novembro de 2017, mas não está proibida de desenvolver mísseis de cruzeiro.   

No entanto, esse tipo de armamento também poderia carregar ogivas nucleares, o que desperta preocupação nos vizinhos Coreia do Sul e Japão, aliados dos Estados Unidos no Extremo Oriente.   

“Essa atividade evidencia a contínua atenção da Coreia do Norte no desenvolvimento de seu programa militar e as ameaças que este representa para seus vizinhos e a comunidade internacional”, disse o comando das Forças Armadas dos EUA para a região indo-pacífica.   

Os novos testes chegam em meio ao prolongado impasse nas negociações com os Estados Unidos para a desnuclearização das Coreias.   

As conversas estão travadas desde fevereiro de 2019, quando o então presidente Donald Trump abandonou de forma abrupta uma cúpula bilateral com Kim em Hanói, no Vietnã.   

O líder norte-coreano exige o fim das sanções internacionais para desmantelar seu principal complexo nuclear, mas os Estados Unidos querem que o país asiático abra mão de todo o seu arsenal atômico. (ANSA).   


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •