Dida Sampaio/Estadão
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Após o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, anunciar que testou positivo para o coronavírus, cinco autoridades que estiveram presencialmente na cerimônia de posse do magistrado também informaram ter contraído o vírus. O último a revelar que está com Covid -19 foi o procurador-geral da República, Augusto Aras.

Além de Fux e Aras, quatro autoridades que estiveram presencialmente na posse de Fux também foram infectadas pelo vírus. Foram eles: o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ); a presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Maria Cristina Peduzzi; e dois ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Luís Felipe Salomão e Antonio Saldanha Palheiro.

Fux informou que testou positivo para o coronavírus quatro dias após a cerimônia de posse. Na ocasião, ele disse que contraiu a doença em um almoço de família. O ministro continua conduzindo as sessões da Corte, porém de casa, por videoconferência.

Mais cedo, o STF divulgou uma nota na qual presta solidariedade e votos de recuperação aos que testaram positivo para o coronavírus. A Corte ainda informou que o setor de cerimonial da Casa entrou em contato com todos os convidados da solenidade para “alertá-los sobre a importância de buscarem serviço médico, caso tenham se exposto em outros eventos fora do Supremo”. Com informações de Metrópoles.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •