Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Polícia Civil do Espírito Santo informou nesta sexta-feira (19) que um menino de nove anos foi o responsável por desligar o relógio de energia elétrica da sede de vacinação de Rio Bananal (ES). Por conta do corte de energia, a cidade perdeu todas as vacinas disponíveis contra a Covid-19, além de outros imunizantes, testes de sangue e medicamentos. As informações são do G1.

De acordo com o delegado Fabrício Lucindo, titular da Delegacia de Rio Bananal, a polícia conseguiu desvendar o caso após analisar imagens de câmeras de segurança do local. “Pelo depoimento das pessoas que estiveram no local, conseguimos delimitar o horário em que o relógio foi desligado”, explicou o delegado ao G1.

“Percebemos que uma criança, de apenas nove anos, que estava brincando no local, acabou subindo em um banco de praça que fica em frente ao relógio. Curioso porque uma lâmpada vermelha piscava dentro do relógio o tempo todo, ele acabou desligando o relógio para tentar apagá-la. Desligando o relógio e apagando a lâmpada, ele voltou com as brincadeiras novamente”, contou Fabrício Lucindo.

Ainda conforme o delegado, a palavra “corona” que estava escrita no relógio foi escrita pela irmã do menino, duas semanas antes do desligamento do relógio. A Polícia Civil informou que o inquérito será concluído e remetido ao Ministério Público, com cópia para o Conselho Tutelar, que adotarão as providências cabíveis.

Relembre o caso

De acordo com a coordenadora de Imunização do município, Márcia Venturim, o prédio usado para vacinação ficou sem luz durante a madrugada de quinta-feira (18). A geladeira onde estavam as vacinas também desligou, comprometendo imunizantes, medicamentos e testes de covid-19 que estavam armazenados.

Márcia foi avisada ainda de madrugada por uma funcionária da limpeza. “Constatei que a geladeira, que está cheia de vacinas, não só de covid, mas todas as vacinas do município, a temperatura dela estava em 23°, totalmente estragado”, disse a coordenadora em depoimento divulgado pelo perfil da prefeitura nas redes sociais.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •