Na manhã de segunda-feira (21), Flávio apareceu ao lado do irmão, Eduardo, em um vídeo gravado em Manaus
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O procurador-geral da República, Augusto Aras, será o responsável pela apresentação, ou não, de denúncia por crime de desobediência por parte do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) em razão da ausência em acareação com o Ministério Público Federal do Rio de Janeiro, na segunda-feira (22).

Segundo informações do jornalista Leandro Resende, da CNN Brasil, os procuradores do Rio enviaram um documento à PGR apontando possível crime de desobediência por parte do senador. Por ter foro privilegiado, os membros do MPF fluminense não podem acusá-lo.

Os procuradores entende, que Flávio só poderia ter se ausentado em caso de doença e alegam que não cabe ao senador escolher onde será a acareação, tendo em vista que ele não é testemunha do caso investigado – a suposta antecipação de informações sobre a operação Furna da Onça que levou a demissão de Fabrício Queiroz -, mas um dos réus.

A ausência foi “justificada” pela defesa de Flávio com uma “agenda oficial” que seria cumprida no Amazonas, sem maiores detalhes. O parlamentar representa no Senado o estado do Rio, e não o Amazonas.

Na manhã de segunda, Flávio apareceu ao lado do irmão, Eduardo, em um vídeo gravado em Manaus. O deputado federal (PSL-SP) foi até a capital amazonense entrevistar o apresentador Sikêra Jr para o canal dele no Youtube. Um compromisso que, em tese, não exigiria a presença de Flávio.

Flávio Bolsonaro falta a acareação no MPF e vai a TV dançar com Sikêra Jr, em Manaus – Veja o vídeo


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •