Compartilhe

O deputado estadual João Luiz (Republicanos) participou do anúncio de revitalização no Complexo Esportivo do Rouxinol, conhecido como Campo do Curió, no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. As obras na região serão realizadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) e da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (FAAR), através de indicativo do parlamentar a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

“Estamos apoiando as políticas públicas de esporte, pois sabemos que através delas nós levamos a inclusão de idosos, crianças, adolescentes e jovens. Sempre falo que é melhor a pessoa estar com a bola no pé do que com uma arma na mão. Isso faz com que a família retorne às praças desportivas, além de acompanhar o crescimento dos filhos, ou seja, o intuito é humanizar as pessoas”, disse o parlamentar.

O titular da Seinfra, Carlos Henrique Lima informou que as obras no Campo do Curió iniciaram na quarta-feira (26). “O governador Wilson Lima definiu o esporte como uma política de Governo. Já inauguramos o CDC da Compensa, o Campo do Teixeirão, a Arena do Monte e já concluímos a Arena do Passarinho, o Campo da Baixada Fluminense. O importante é que esses espaços públicos sejam reativados para que possam servir como uma ferramenta de inclusão social”, destacou o secretário de Infraestrutura.

De acordo com o diretor-presidente da Faar, Jorge Oliveira, todo o espaço do Curió será revitalizado e a FAAR colocará projetos socioesportivos para a população. “Teremos escolinha de futebol, de vôlei, além de ações de lazer dentro da comunidade. O importante é que as políticas públicas voltadas para o esporte comunitário devem ser executadas de uma forma primordial”, explicou Oliveira.

300x250tce

Para a professora Helen Magalhães, o anúncio de revitalização traz felicidade e esperança para a comunidade na Zona Norte. “Temos esse espaço e a comunidade está necessitando. A gente está muito feliz porque já desenvolvemos um trabalho e com essa reforma poderemos desenvolver mais projetos para as crianças e os jovens da Cidade Nova”, concluiu a educadora.


Compartilhe