Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O meia Carlos Sánchez está em reta final de recuperação de cirurgia no joelho esquerdo. Recentemente, o jogador atuou em uma jogo-treino contra a equipe sub-23, vencida por 3 a 2 pelo “reservas” do Peixe. O uruguaio marcou um gol, de pênalti, e deu uma assistência.

Apesar da recuperação, o técnico Fernando Diniz prega cautela para volta do camisa 7. O treinador fez questão de elogiar o jogador, mas não quer precipitar uma volta forçada aos campos.

– A gente não vai acelerar o processo de retorno. Vamos acelerar no sentido dele se sentir bem, mas não vamos criar expectativa com o torcedor para quando vai ser. Está se empenhando, faz exames complementares e será muito bom quando puder nos ajudar. É um jogador que dou total apoio, tem minha admiração – disse Diniz.

Recentemente, Sánchez e Santos chegaram em um acordo para a renovação contratual do jogador, que agora vai até até 22 de julho de 2023. O meia têm 25 gols pelo clube, e está perto de passar o colombiano Copete, com 26, como o maior artilheiro estrangeiro da história do Peixe.

– A história temos de sempre comemorar com títulos, com uma taça, e eu quero levar essa alegria para a torcida grande do Santos. É uma história muito linda, e com essa renovação quero conseguir coisas importantes com o Clube e uma galeria enorme de conquistas vestindo o manto sagrado, que para mim é um orgulho – disse Sánchez.

 

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •