Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O vereador Dr. Jairinho, preso nesta quinta-feira (8/4) por suposta participação na morte do enteado, Henry Borel Medeiros, 4 anos, teria torturado o garoto ao menos uma vez, segundo as investigações.

De acordo com a polícia, o parlamentar agredia o menino com chutes e pancadas na cabeça. A mãe de Henry, Monique Medeiros, sabia das agressões, apontam as diligências. No dia 12 de fevereiro, Monique teria chegado a casa e percebido que o marido estava trancado no quarto com o enteado.

Dr. Jairinho e Monique foram presos nesta quinta-feira, em Bangu, na casa de uma tia do vereador. A polícia monitorava a dupla há dois dias.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •