Compartilhe

A mãe do cantor gospel Delino Marçal, ganhador do Grammy Latino Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa de 2019, a pastora Odete Rosalina Machado da Costa, 79 anos, foi morta após ser agredida na porta de uma igreja evangélica, na manhã desta sexta (14), em Goiânia (GO). Segundo a Polícia Civil, o suspeito é um homem de 22 anos que invadiu o templo e começou uma briga com um dos fiéis. Em seguida, o jovem agrediu a idosa com um objeto de metal. Ele foi preso em flagrante.

Odete Rosalina, era pastora na igreja onde foi morta. De acordo com a Polícia Civil, a idosa foi encontrada na calçada do templo após ser espancada pelo suspeito. Ele teria acertado a vítima com vários golpes usando um objeto de metal. O Corpo de Bombeiros compareceu ao local, porém, a vítima não resistiu à agressão.

O homem fugiu do local após agredir a idosa e começou a jogar pedras em veículos do transporte coletivo, mas acabou sendo preso em seguida. O nome do suspeito não foi divulgado. 

O artista

Delino nasceu em Arapoema, no Tocantins, e vive em Goiânia desde os 6 meses de vida. Ele é cantor e compositor de música gospel, além de presbítero. De família cristã, uma das grandes incentivadoras da carreira foi justamente a mãe, pastora Odete Rosalina. Foi na igreja pastoreada por ela que Delino começou a tocar e a cantar louvores.

O primeiro CD foi lançado de forma independente em 2013 e intitulado “Que amor é esse?”. Suas letras são consideradas simples, porém marcantes.

Em 2015 lançou o primeiro álbum por uma gravadora. O trabalho, batizado de “Nada Além da Graça”, teve a música “Deus é Deus” entre as mais pedidas nas rádios do meio gospel.

Já em 2018, Delino Marçal lançou o álbum “Guarda Meu Coração”. Foi esse trabalho que ganhou o Grammy Latino em 2019.


Compartilhe