Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O transporte coletivo de Manaus precisa urgentemente ser uma das prioridades da Prefeitura. A afirmação é do candidato a prefeito de Manaus, Zé Ricardo (PT), o “Homem da Kombi”, que ao longo da quarta-feira (30), juntamente com a candidata a vice-prefeita, Marklize Siqueira (Psol), promoveu atividades de rua com minicomícios, bandeiraços e adesivaços, nas zonas Sul e Leste, conversando com a população sobre as suas propostas para a cidade, incluindo, a mobilidade urbana.

“Discuto sobre os problemas do transporte coletivo de Manaus há muitos anos. É um dos piores do Brasil. Toda semana, estou nos terminais, vendo e ouvindo a população, que sofre todos os dias com esse sistema sucateado, com ônibus velhos. Na nossa gestão, vamos convidar os empresários a sentar com os usuários e órgãos de controle, para discutir a planilha de custos e chegar em um preço justo. Se houver recusa dos empresários, iremos rever esse contrato entre a Prefeitura e as empresas e garantiremos o cumprimento daquilo que está previsto na Lei Orgânica do Município, que obriga a renovação e a ampliação da frota todo ano”, declarou Zé Ricardo, lembrando que a cidade deveria ter de 200 a 300 ônibus novos/ano, e não apenas em época de eleição. “Já denunciei no MPE ônibus circulando com validade vencida”. 

E, para completar, este ano, a Prefeitura repassou R$ 121 milhões em recursos (subsídios aos empresários de ônibus). “E qual foi a contrapartida? 112 ônibus novos, muito pouco para todo esse dinheiro. Enquanto isso, a população paga uma tarifa cara por um serviço que deixa muito a desejar”, disparou o candidato, que também afirmou que irá construir novos corredores exclusivos para os ônibus, como ainda paradas de ônibus por toda a cidade, motivo hoje de grande sofrimento para a população, que espera pelo transporte debaixo do sol e da chuva, pois nesses locais só tem a placa de parada, mas não tenho o abrigo.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •