Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Escola Superior da Magistratura do Amazonas (Esmam) vai promover nesta quinta-feira (17/9), a partir das 15h, uma mesa-redonda para debater as lições e experiências vividas pelas magistradas no interior do Estado. Em função das medidas de prevenção à covid-19, o evento será realizado por videoconferência, através da plataforma zoom, e é dirigido aos magistrados do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

A mesa-redonda contará com a participação das desembargadoras Liana Belém e Marinildes Costeira de Mendonça Lima, ambas já aposentadas; além das desembargadoras Graça Figueiredo, Socorro Guedes, Nélia Caminha, Carla Reis e Joana Meirelles, esta última também atuará como mediadora e conduzirá o evento. Todas elas contarão um pouco dos desafios que enfrentaram quando atuaram no interior e das situações que contribuíram para o seu crescimento na magistratura e também como pessoa.

Segundo a desembargadora Joana Meirelles, vice-diretora da Esmam, trata-se de um evento cuidadosamente planejado para a valorização da carreira da magistrada, visando o compartilhamento das experiências vivenciadas. “Será um momento de integração e acolhimento, com o objetivo de fortalecer a magistratura”, enfatizou a desembargadora, citando ainda que os magistrados receberão uma senha para participar do evento.

A realização da mesa-redonda, sob tema “Magistradas no interior: Lições e experiências”, foi citada pela desembargadora Joana Meirelles no final da sessão desta quarta-feira das Câmaras Reunidas.

Dúvidas ou outras informações podem ser obtidas por meio do telefone (92) 99520-0206, falar com Guilherme Franco, ou através do e-mail [email protected] .


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •