Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ator José de Abreu fez comentários em relação a atriz Regina Duarte após ela aceitar o convite do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que foram considerados machistas. Ele afirmou na postagem no Twitter que iria “desmascarar” a atriz “lembra de quantos gays lhe tiraram rugas? Coloriram seus cabelos brancos? Criaram figurinos para esconder suas banhas?”, logo a repercussão negativa ganhou as redes sociais. Acusado de misógino, Zé de Abreu esteve entre os trendtopics no Brasil.

Em áudios enviados para a Folha de São Paulo, o ator afirmou que não dava para respeitar quem apoia Bolsonaro e nem considerar fascista ser humano. “Vagina não transforma fascista em ser humano”, afirmou.

O caso ganhou repercussão e vário políticos se manifestaram repudiando a fala do ator, muitos destes políticos não mencionaram o fato como machismo, mas partiram em solidariedade a atual secretária da cultura governo. Kim Kataguiri (DEM-SP) criticou o silêncio da esquerda diante dos comentários machistas. (Congresso em Foco)

Veja:


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •