Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Governo do Amazonas, por meio da Gerência de Apoio à Produção Animal (Gepan) do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado (Idam), divulgou o balanço de ações de produção animal realizadas no quadrimestre deste ano. Entre elas, estão campanhas de vacinação contra a febre aftosa e projetos prioritários de pecuária e avicultura.

De acordo com a gerente da Gepan, a zootecnista Meyb Seixas, o objetivo das ações é “melhorar a qualidade de produção animal, recuperar a condição de solo das áreas que estão degradadas e aumentar a produção através de inovações tecnológicas”. “Para isso, é preciso ser aplicada a tecnologia com base na coleta de solo, para executar um serviço de qualidade no campo”.

Campanha Febre Aftosa – Nesta primeira etapa do ano, 31 municípios já receberam doses de vacina. Estão sendo assistidos mais de 2,5 mil produtores, totalizando mais de 165,5 mil cabeças de rebanho. Foram enviados para a campanha 21.428 frascos, que equivalem a 321.410 doses de vacina.

Pecuária – O projeto prioritário de pecuária abrange os 22 municípios que são responsáveis por 70% do rebanho do estado. No total, 60 pecuaristas dos municípios de Apuí, Autazes, Boca do Acre, Parintins, Itacoatiara, Manacapuru e Presidente Figueiredo e Vila Extrema/Lábrea já foram visitados e receberam ações de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) do Idam.

Além disso, foram realizadas neste ano duas capacitações virtuais sobre pecuária intensiva, que contaram com a participação de pesquisadores renomados no Brasil, 18 coletas de solo, bem como 18 recomendações agronômicas para iniciar recuperação de pastagem degradadas. Segundo Meyb, tais ações são de fundamental importância para gerar aumento da produtividade, seja leite ou corte, em áreas já materializadas, o que favorece a preservação de áreas florestais.

Neste ano, o município de Parintins recebeu trabalhos de mecanização para a recuperação da pecuária. “Para realizar esse processo de mecanização do solo em Parintins, que rendeu 26 hectares, o Idam enviou um trator com todos os implementos necessários para fazer a aração, gradagem, aplicação de calcário e plantio”, explicou Meyb Seixas.

A gerente informa ainda que a meta para o município é de 100 hectares, dos quais já foram alcançados 25%. “Outra meta é atender 20 produtores dentro das ações do projeto prioritário no decorrer do ano. Destes, dez já receberam visita e iniciaram as orientações preconizadas pelo projeto”.

Avicultura – O Projeto Prioritário de Avicultura visa trabalhar o melhoramento genético das aves caipiras existentes, oferecer assistência técnica aos criadores desde a produção até a comercialização e oportunizar o acesso ao crédito rural.

No Amazonas, o projeto abrange 33 municípios. Neste ano, 15 visitas técnicas foram realizadas nos municípios de Manacapuru, Manaus, Benjamin Constant e Apuí. Também foram feitas duas palestras técnicas e duas reuniões com produtores em Manaus e em Iranduba.

Todas as ações de produção animal promovidas pelo Idam seguem os protocolos de segurança da Covid-19.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •