Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um homem de 39 anos foi preso nesse domingo (2/5) suspeito de estuprar uma menina de 12 anos na região Leste de Belo Horizonte após um almoço em família. Ele chegou a receber a ajuda da própria mãe para fugir da polícia, mas acabou sendo detido e, por pouco, não foi linchado por vizinhos revoltados com o caso.

O crime ocorreu logo após um almoço em família: foi realizada uma feijoada no bairro Alto Vera Cruz, ontem, na casa da avó da irmã mais velha da vítima. A menina foi convidada, juntamente com a irmã, e, ao ajudar na limpeza da residência após o almoço, pediu para descansar.

Desespero

A senhora responsável pela casa disse à menina que ela poderia descansar em um quarto no andar inferior da residência. Logo após se deitar, a garota de 12 anos percebeu que estava sendo vigiada pelo tio da irmã mais velha, de 39 anos. Na sequência, ele entrou no cômodo e sentou na cama – e aí começaram os abusos sexuais.

O homem avançou para cima da criança e, em meio à imposição física, abusou sexualmente da vítima. Ele impediu que a menina saísse do quarto em pelo menos duas oportunidades, conforme o relato da criança às autoridades: ficou em frente à porta e empurrou a menina na cama, quando ela tentava fugir.

Socorro

Em um momento de vacilo do suspeito, a criança conseguiu sair do quarto e, mesmo sendo ameaçada de morte pelo homem, chamou a irmã mais velha. As duas saíram da residência e a mais nova passou a chorar muito na rua, onde relatou o crime. Parentes das duas foram acionados e buscaram as jovens – a irmã mais velha tem 18 anos.

Assim que a polícia foi acionada, se deslocou para a residência do homem. Ao chegar no endereço, a polícia foi impedida de entrar pela mãe do suspeito. A idosa de 67 anos chegou a dizer várias vezes para que o filho fugisse, segundo a PM. A fuga, no entanto, foi evitada pelos policiais, que cercaram a casa. As informações são de BHAZ.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •