Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Raimundo Nonato da Silva Santos, de 35 anos, foi solto, no dia 9 de abril, após 1 ano e 3 meses preso injustamente. Ele estava desde dezembro de 2019 em um presídio no Maranhão, mas só em março deste ano a confusão foi descoberta, quando Raimundo teve que transferido para outra prisão.

Em entrevista o homem contou que estava trabalhando quando a polícia lhe prendeu com a justificativa de que tinha um mandado de prisão por um crime de 2007 que ocorreu em Sorriso, no Mato Grosso. Ele tinha o mesmo nome que o acusado.

“Tentei explicar para eles que era um engano porque eu nunca fui ao Mato Grosso, mas não adiantou”, disse.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •