Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os três homens desaparecidos, desde o dia 16 de dezembro do ano passado, foram encontrados no final da tarde de ontem pelo Cão Horus, da Polícia Militar, estavam dentro de uma única cova de aproximadamente 2 metros de profundidade em um ramal localizado dentro da aldeia Tenharim Marmelo.

De acordo com a polícia Stef Pinheiro, Aldeney Ribeiro e Luciano Freire, foram mortos a tiros, pelos índios Gilson e Gilvan Tenharim (Filhos do cacique Ivan Tenharim), Adalmir Sena Tenharim (cacique da aldeia Taboca), João Bosco (cacique) e Simeão, que em depoimento na Superintendência da Polícia Federal em Porto Velho, confessaram o crime.

O tenente Cordeiro, da Polícia Militar, disse que as buscas aos corpos iniciaram às 9h da manhã e graças ao faro do Cão Horus, encontraram por volta das 17h de ontem, a cova onde estavam enterrados os três homens.

“Se não fosse o cachorro, não teríamos encontrado a cova”, disse o oficial, informando que o local onde estavam enterrado os corpos era de difícil acesso e muito extensa e não seriapossível localizar facilmente a cova.

Cordeiro disse que, os índios em depoimento a Federal, confessaram o crime e informaram mais ou menos onde estavam os corpos enterrados. “Tivemos de usar o faro do Horus para encontrar o local exato onde estavam os corpos”, acrescentou.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •