Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma investigação feita pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) aponta que as manchas negras que têm aparecido em praias do litoral nordestino já atingiram pelo menos 105 locais em 46 municípios de oito estados: Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba.

De acordo com análise feita pela Petrobras, trata-se de óleo de petróleo cru, que não é produzido no país. Em nota, a empresa afirmou que o material encontrado não é produzido nem comercializado por eles.

No texto, a Petrobras destacou que contribui com a limpeza das praias que apresentaram manchas nos últimos dias, sob coordenação do Ibama.

Segundo informações da Folha de S. Paulo, o diretor de controle de fontes poluidoras CPRH (Agência Estadual de Meio Ambiente) que estuda o problema desde o início de setembro, Eduardo Elvino, diz que será possível dizer com precisão onde ocorreu o vazamento ou o descarte do óleo em até 20 dias. (Metrópoles)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •