Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Iranduba – Cerca de 80 pessoas, entre índios e não índios que há dias estavam acampadas num terreno que fica na altura do quilômetro 6 da rodovia Am 070 Manoel Urbano, resolveram na manhã desta quinta-feira fechar a estrada que liga Manaus ao município de Iranduba.

Os manifestantes, que em sua maioria se dizem índios, para interditar a estrada usaram toras de madeiras e atearam fogo em pneus impedido assim o trafego na Manoel Urbano.

Um imenso engarrafamento se formou nos dois sentidos da estrada, tanto pessoas que trafegavam no sentindo de Iranduba e Manacapuru, rumo a Manaus, como da capital amazonense rumo aos dois municípios não puderam passar por horas.

A Polícia Militar conseguiu liberar uma parte da via para que os veículos pudessem passar na estrada.

Nova invasão

De acordo com os ocupantes a nova invasão é chamada de "Comunidade Deus é Por Nós", e tem a frente mais uma vez Sabá Kokama, que liderou o movimento ano passado quando por vários dias eles ocuparam a área.

O cacique disse o movimento tem um único objetivo, abrigar as famílias que estão sofrendo com a enchente que atinge o rio Amazonas. De acordo com ele por causa da cheia várias pessoas que tiveram que sair de suas casas no Cacau Pirera e Iranduba.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •