Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), por meio do Centro de Educação Corporativa da Justiça do Trabalho (Ceduc-JT), está promovendo o curso “Produção de Provas Digitais” para servidores do 1ª e 2º graus. Para se inscreverem, os interessados devem procurar as Escolas Judiciais de seus respectivos Tribunais Regionais do Trabalho.

A primeira turma de 2021 concluiu a formação na semana passada. Realizada de 26 a 30 de abril, a turma foi formada por servidores ocupantes do cargo de assistente de juiz indicados pelas Ejuds. De acordo com o Ceduc-JT, já estão confirmadas mais três turmas neste semestre:

Turma 2: de 24 a 28 de maio;
Turma 3: de 7 a 11 de junho; e
Turma 4: de 21 a 25 de junho.

A programação do segundo semestre ainda está sendo definida, mas estão previstas mais seis turmas entre julho e dezembro.

Registros digitais
O curso considera o contexto de Revolução 4.0, caracterizado por uma cultura de interação permanente com recursos tecnológicos, que produz inúmeros registros digitais. Esse novo cenário requer que o Poder Judiciário repense o modelo tradicional de produção de provas, baseado, principalmente, na oitiva de testemunhas, e passe a contar com a apuração de registros digitais para a demonstração de fatos.

Contudo, a busca desses registros requer conhecimento técnico, que será apresentado pelo curso a servidores lotados em gabinetes das Varas do Trabalho. Com isso, espera-se, também, impulsionar a produtividade da Justiça do Trabalho.

Turmas
Com aulas ministradas pelo delegado de Polícia do Estado de São Paulo Guilherme Caselli de Araújo, a turma piloto do curso foi realizada em novembro de 2020. O curso tem uma carga horária de 20 horas-aula (cinco aulas de quatro horas cada) e oferece, por turma, 30 vagas.

Conheça o Centro de Educação Corporativa da Justiça do Trabalho (Ceduc-JT).


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •