Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

De acordo com Humberto Casagrande, CEO do CIEE, a iniciativa auxiliará jovens vulneráveis, grupo mais afetado pelo desemprego e que também tem sofrido de maneira severa os efeitos da crise econômica provocada pela pandemia.

“Capacitação e oportunidades no mundo do trabalho são fatores que assombram há muitos anos os jovens brasileiros. Essa iniciativa é uma maneira de minimizar números de desalentados no nosso País, e, não só isso, será possível também combater a evasão escolar”, afirma. 

O programa é válido para os estados da Região Norte, Nordeste (exceto Pernambuco), Centro-Oeste e São Paulo. As empresas interessadas em ofertar vagas nesta modalidade podem fazer contato diretamente com um consultor do CIEE nestes locais.

Educação digital

O programa estabelece que o adolescente tenha carga horária diária de seis horas, sendo uma reservada para a capacitação EAD na própria empresa. Os cursos online serão divididos em quatro trilhas: Administração, Comércio e Varejo, Contabilidade e Finanças e Tecnologia, que poderão ser personalizadas de acordo com a necessidade das empresas parceiras. Todas contam com carga horária de 480 horas e visam desenvolver habilidades técnicas, comportamentais e valores humanos. 

A evolução de cada estagiário será acompanhada por um gestor da empresa, e um tutor do CIEE estará disponível para auxiliar com dúvidas. Por sua vez, o estagiário também terá a possibilidade de avaliar o conteúdo dos cursos e de sua experiência na empresa. 

As empresas podem tirar dúvidas à respeito de vagas e como aderir ao programa através do número 3003-2433. Ligação local, sem necessidade do DDD.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •