Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O isolamento total em Manaus, o lockdown, não é a solução para conter à transmissão do coronavírus, afirmou o candidato a prefeito pelo Patriota, coronel Menezes, em entrevista ao portal Amazônia Press, na noite de segunda-feira (28).

Para Menezes, é preciso continuar seguindo as recomendações da OMS para evitar a propagação do coronavírus e não deixar as pessoas em isolamento, seja por duas semanas ou um mês. Ele observou, ainda, que os mais prejudicados serão os empreendedores individuais e o comércio, como bares e restaurantes, que vão deixar de gerar receita e ainda não se recuperaram dos efeitos da quarentena.

Menezes também criticou o fechamento antecipado dos hospitais de campanha montado pela Prefeitura e Estado.

“O lockdown vai atingir as pessoais mais simples. O governo federal está colaborando financeiramente e isso deve ser investido na saúde. Ainda não há vacina. Vocês acham que o vírus vai acabar até janeiro do ano que vem?”, questionou. “Não. Devemos tratar o vírus como doença, a Prefeitura atendendo na baixa complexidade e o Estado média e alta complexidade”, sugeriu.

O candidato a prefeito pontuou na entrevista os 12 eixos estratégicos que serão trabalhados no seu Plano de Governo, com prioridade para os setores de Saúde, Mobilidade Urbana, Educação e Segurança nos espaços públicos administrados pelo município.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •