Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Raimunda Souza, de 43 anos, foi presa em flagrante após forjar o sequestro do próprio filho, de três anos, no Rio de Janeiro. A polícia informou que a suspeita saiu de casa com a criança, dizendo para o marido que iria levá-lo ao pediatra.

Horas após sair de casa, Raimunda começou a mandar mensagens para o companheiro, afirmando que ela e o menino teriam sido sequestrados e que os supostos criminosos estariam pedindo R$ 70 mil para o resgate.

Segundo a polícia, para dar credibilidade à farsa, a mulher colocou o filho chorando ao telefone para falar com o pai, que entrou em desespero. Com a situação, os oficiais foram até a clínica pediátrica para colher mais informações, que pudessem auxiliar no paradeiro da mãe e do filho.

No consultório, os agentes descobriram que Raimunda não tinha consulta marcada e tampouco havia comparecido ao local. Após buscas, uma equipe da Delegacia Anti Sequestro (DAS), localizou a suspeita e o menino em uma área de recreação do Shopping Main Street 200.

Ao conversar com os policiais, Raimunda revelou aos policiais que tirou fotos dela e da criança no banheiro do shopping para enviar ao marido. Ela também disse que estava devendo dinheiro em vários cartões de crédito e também para agiotas.

Como o garoto ainda está em fase de amamentação, Raimunda vai responder em liberdade pelo crime de extorsão, previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente. (Istoé)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •