Compartilhe

A juíza do trabalho titular da Vara do Trabalho de Tabatinga, Gisele Araújo Loureiro de Lima, foi convidada para participar do I Fórum Hermanitos de empregabilidade para refugiados e migrantes: inovação em RH, responsabilidade social e ambiente multicultural. O evento aconteceu na manhã do dia 25 de novembro, no Novotel, em Manaus (AM).

Promovido pela organização Hermanitos em parceria com o Alto Comissário das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), o Fórum foi criado para atender a necessidade da população venezuelana em Manaus, contribuindo para a inserção deles no mercado de trabalho e na melhoria da qualidade de vida. O evento teve como principal objetivo a congregação de recursos humanos de todo o estado do Amazonas para o intercâmbio de conhecimentos, discussão e disseminação de experiências exitosas para atender as demandas desta população com excelência.

“Importantíssimo o trabalho de inserção feito pelos Hermanitos e ACNUR, agência da ONU para refugiados. Através desse Fórum várias empresas estão tomando conhecimento dos direitos dos refugiados e migrantes e dos benefícios desse intercâmbio cultural no quadro funcional. O impacto e a transformação social com a devolução da dignidade através do trabalho foi o grande marco dos cases de sucesso apresentados neste Fórum”, destacou a magistrada.

Sobre a instituição

A Hermanitos é uma organização que visa apoiar os imigrantes venezuelanos e tem o propósito de ajudar em sua inserção, com dignidade, na sociedade brasileira. Atuam através de três eixos: plataforma digital para intermediação de empregos; incentivo às iniciativas empreendedoras para geração de renda; e estruturação de negócios para a geração de postos de trabalho. Conheça mais sobre a organização no site https://hermanitos.org.br/.

 


Compartilhe