Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O governador do Amazonas, Omar Aziz, lançou na manhã desta sexta-feira, o Ronda no Bairro em Manacapuru (a 84 quilômetros de Manaus). O município é o quarto a receber o programa de segurança baseado no conceito de polícia comunitária. À tarde o programa entra entra em operação também em Iranduba (a 27 quilômetros da capital). Em outros nove municípios, o programa está em fase final de implantação pelo Governo do Estado.

No interior, um dos maiores desafios é alcançar as comunidades mais isoladas das sedes municipais. Manacapuru foi dividida em oito setores de segurança que serão cobertas pelo policiamento ostensivo regular. Mais de 40 comunidades de difícil acesso estão incorporadas na malha de segurança. Segundo o governador, a característica reforça a necessidade de maior colaboração da população com o sistema de segurança.

Em Manaus, o modelo baseado na parceria entre as polícias e a comunidade contribuiu para redução média de 30% nos índices de violência e em Humaitá, Itacoatiara e Parintins, onde entrou em operação no final do ano passado, os resultados têm sido positivos.

“A presença da polícia comunitária junto à população inibe a prática de coisas ruins e eu tenho certeza de que com a implantação em Manacapuru vamos reduzir bastante os índices de criminalidade. Eu fico feliz em honrar um compromisso assumido com a população do interior. O mais importante é que teremos uma capilaridade maior nos municípios e poderemos agir de maneira mais rápida”, afirmou o governador.

A cerimônia de lançamento do Ronda no Bairro em Manacapuru, realizada no Parque do Ingá, no bairro da Liberdade, contou com a presença do vice-governador, José Melo, do prefeito do município, Jesiel Nunes de Alencar, e de uma comitiva de deputados estaduais, vereadores da cidade e secretários de governo. Para implantar o programa em Manacapuru, o investimento do Governo do Estado foi de R$ 2.563.357,86 e contemplou a construção e reforma de unidades policiais e mais 2.562.253,47 para viaturas, capacitação, equipamentos, armamentos, tecnologias e sistemas e radiocomunicação.

O mototaxista Adonias Sarmento, 68, assistia a cerimônia que marcou a chegada do programa com atenção. Para ele, o momento é a realização de uma expectativa que começou a ser criada com o lançamento do Ronda no Bairro em Manaus, em 2011. Desde o início, ele escuta falar dos benefícios do programa de segurança pública em atrações nas emissoras de rádio. “Manacapuru estava muito perigosa e agora chegou a oportunidade da população daqui da cidade, e do interior, conhecer o programa. Eu sempre ouvi falar pela rádio e achava que Manacapuru não podia ficar de fora”, disse.

Líder da comunidade Monte Sinai, o agricultor Francisco Araújo, 62, disse que a comunidade, que fica a 17 quilômetros da sede de Manacapuru, não registra altos índices de violência, mas a chegada do programa é um alívio. “É uma maravilha ter essa segurança. Nossa comunidade é distante e de difícil acesso. Eu tenho certeza que vai melhorar bastante para nós com o Ronda no Bairro”, comentou.

Investimentos

Em pronunciamento à população, Omar Aziz lembrou que os recursos para a área de segurança que permitiram a instalação do Ronda no Bairro estão incluídos em um pacote de mais de R$ 300 milhões em investimentos que beneficiam Manacapuru. As ações englobam a duplicação da rodovia AM-070, a construção de um Centro de Educação de Tempo Integral, a recuperação de ramais para beneficiar produtores rurais e do sistema viário de diversos bairros e a construção de um novo hospital, cuja obra será encaminhada para licitação na próxima semana.

Durante a viagem a Manacapuru, Omar Aziz participou ainda da cerimônia de certificação de 270 mototaxistas que foram qualificados pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) e a entrega de 327 carteiras de habilitação para novos condutores aprovados pelo órgão. Com a certificação, os mototaxistas regularizam a condição de trabalho e podem ter acesso a redes de crédito, frisou o governador. Outros 700 trabalhadores da cidade foram certificados pelo Detran, desde o ano passado.

Manacapuru

Em Manacapuru, o Ronda no Bairro contará com um efetivo de 206 policiais, sendo 182 militares e 24 civis. Serão 31 viaturas, sendo 13 carros, 17 motocicletas e um carro tipo Van. A cidade, na Região Metropolitana de Manaus, possui 85.141 habitantes e a atuação policial estará divida em oito setores dando maior agilidade ao trabalho policial. A abrangência do programa inclui as vilas Isabel, Divino Espírito Santo, São Raimundo, Canabijoca 1, 2 e 3, Cambaliana 1, 2 e 3, Monte Sinai da Ilha do Merrecão, Supiá e Sacambú.

Também serão atendidas as comunidades Japonês, do Acajatuba, Terra Santa, Nova Jerusalém, Santa Maria, Rei Davi, São Sebastião e São José do Lago do Calado, Bom Jardim, Nossa Senhora do Livramento do Paru, Barro Branco, Terra Preta, Primavera, Belo Jardim, São João Batista do Ramal do Laranjal, Nossa Senhora da Conceição da Costa do Laranjal, do Algo do Ubim, de Santa Luzia, São Francisco de Assis e São Raimundo da Costa do Arapapá, do Ramal Bela Vista, São Jorge, Vai Quem Quer, Sagrado Coração de Jesus, São Tomé do Lago Santana, Costa do Pesqueiro, Costa do Marrecão e Menino Jesus.

Iranduba

Considerada uma das principais cidades da Região Metropolitana de Manaus, principalmente em razão de sua proximidade com a capital, via Ponte Rio Negro, e da implantação de projetos estratégicos para o desenvolvimento, como a Cidade Universitária, Iranduba passará a ter cobertura policial ampliada, com o reforço de 145 policiais, sendo 122 militares e 23 civis. O município, de cerca de 40 mil habitantes, também receberá 25 viaturas, sendo 11 carros, 13 motocicletas e um carro modelo Van para transporte de tropa.

Quanto à setorização, Iranduba está divida em seis setores cobrindo tanto o perímetro urbano quanto rural. Em todas essas áreas, o programa Ronda no Bairro passará a fazer o policiamento ostensivo e ampliará o relacionamento com a população. Entre as áreas que serão atendidas estão as vilas Brasil, São Pedro do Janauari, Paricatuba, Janauarilandia e Cheeza. As comunidades do Areal, de Boa Fé, Umirituba, de São José, Lago do Limão, Unidos do 26, Caldeirão, Castanheira, Aiparuça, Terra Preta, Inglês, Açutuba, Ariaú, Serra Baixa, Cachoeira do Castanho, Fé em Deus do Paricatuba, do Teste, Nova Esperança do Km 20, Nova Esperança do Quilometro 13, São Sebastião, Lago dos Guedes, Parque dos Barões, Nossa Senhora do Perpetuo Socorro, do Preguiça e Nossa Senhora de Fátima, do Baixio, de Vila Nova e Santo Antonio do Paracuuba. Os loteamentos Amazonas, Ramal do Santo Antônio, do Pinguim, Portelinha, Distrito do Cacau Pirera, Nova Veneza, Multirão Alto de Nazaré, Parque Caboclo, Ouro Verde, São Sebastião e São Francisco serão beneficiados,


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •