Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O  deputado Marcelo Ramos (PL-Am), vice-presidente da Câmara dos Deputados, desafiou nesta segunda-feira, 26, o presidente Jair Bolsonaro a vetar, ainda hoje, o trecho da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2022, aprovada pelo Congresso Nacional, que ampliou os recursos eleitorais.

Bolsonaro sinalizou que vetará o trecho, mas, de acordo com o parlamentar, o presidente está articulando para viabilizar um aumento do fundão para pelo menos R$ 4 bilhões.

“Presidente Bolsonaro. Acordão de 4 bilhões, não. Vete total. Cumpra sua palavra e não espere o último dia do prazo não. Vete hoje e devolva pro Congresso porque aí o voto é obrigatoriamente nominal”, escreveu Ramos, em sua página oficial no Twitter.

“A verdade sempre aparece! Bolsonaro quer mais que dobrar o valor do fundo eleitoral que hoje é de 1,7 bi e ele quer passar pra 4 bi. A máscara de quem sempre quis aumentar o fundo eleitoral começa a cair!”, disse Marcelo Ramos.

Ao cobrar o veto integral, Marcelo Ramos pretende trazer à tona os deputados e senadores que são favoráveis ao aumento do fundo eleitoral, já que a análise do veto do presidente poderia ser feita de forma nominal.

Na semana passada, deputados e senadores aprovaram aumento do fundo eleitoral para R$ 5,7 bilhões em 2022.

Em 2020, o do fundo foi de R$ 2 bilhões.

Diante da repercussão negativa, Bolsonaro saiu em defesa de aliados e disse que a medida foi aprovada em meio a uma condução atropelada de Ramos da sessão do Congresso Nacional.

Confira o Vídeo


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •