Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Entre os anos de 2019 e 2020, a capital e os municípios do interior do Amazonas receberam mais de R$ 5 milhões em emendas impositivas, de autoria da deputada Mayara Pinheiro (PP). Das 24 emendas, 15 já foram atendidas e 9 homologadas.

Do total de recursos atendidos até o momento, cerca de R$ 3.345.198,13 foram designados apenas para saúde. O município de Anori (distante 195 km em linha reta de Manaus) recebeu R$ 193,7 mil para compra de dois aparelhos de ultrassonografia portátil. Durante o ápice da pandemia, Tapauá (distante 449 km em linha reta da Capital), Itapiranga (227 km), Beruri (173 km) e Anamã (165 km) receberam emendas, no valor total de R$ 651.418,13 para aquisição de material cirúrgico (EPI’s), material para laboratório (testes rápidos) e insumo hospitalar para enfrentamento ao coronavírus. Uma das principais conquistas foi a destinação de R$ 1,5 milhão para construção do Instituto de Medicina Tropical de Coari (363 km) com o intuito de melhorar o atendimento à população.

Entre as emendas, também foram destinados ainda R$ 200 mil para Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) para compra de um carro de anestesia que vai atender o centro cirúrgico ambulatorial. O Instituto da Mulher (Maternidade Dona Lindu) foi atendido com R$ 100 mil para aquisição de equipamentos de proteção individual (máscara, avental, luvas, proteção ocular, toucas e álcool em gel) e farmacológicos. A Maternidade Alvorada também recebeu R$ 100 mil para compra de incubadora, ventilador portátil, berço aquecido e outros itens necessários para melhorar o atendimento à população.

Outra unidade beneficiada foi a Fundação Hospital do Coração Francisca Mendes, que vem sendo acompanhada pela parlamentar e recebeu R$ 600 mil para aquisição de órteses e próteses para as crianças que são atendidas na unidade.

Já para área da educação foram destinados R$ 100 mil ao Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), em Manacapuru (68 km), para desenvolvimento de projetos e cursos profissionalizantes. Outra emenda de extrema relevância foi para o projeto “Qualifica Amazonas” que tem como foco a qualificação profissional de estudantes do ensino médio da rede estadual de ensino com objetivo de gerar emprego e renda no município de Manaus. Foi destinado um recurso na ordem de R$ 1.148.399,37 para Secretaria de Educação e Desporto (Seduc).

Em relação à assistência social, Codajás (240 km), São Gabriel da Cachoeira (852 km) e Manaus obtiveram R$ 500 mil para aquisição e distribuição de cestas básicas às famílias de baixa renda e pessoas em vulnerabilidade social. O objetivo foi promover acesso a itens básicos de alimentação em um momento de retração econômica causada pela pandemia da Covid-19.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •