Compartilhe

Condenado a mais de 20 anos de prisão, padrasto começou a estuprar sua enteada quando ela tinha 12 anos, a violência continuou no decorrer de três anos. Com 14 anos a menina ficou grávida. O caso aconteceu em Ipanema, na região do Rio Doce. As informações são do portal O Tempo.

Segundo o Ministério Público de Minas Gerais, entre os anos de 2016 e 2018, o padrasto cometeu dez estupros, pelo menos.

A mãe da adolescente também foi condenada, por omissão diante dos abusos, a 15 anos de prisão. O padrasto também responde por agressão contra a mãe e a garota.


Compartilhe