Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ator, diretor e roteirista Miguel Falabella surpreendeu ao revelar como superou a depressão desencadeada por sua demissão da TV Globo, após 38 anos de serviços prestados à emissora carioca. Segundo o artista, a série The Marvelous Mrs. Maisel, do Prime Video — serviço de streaming da Amazon—, foi essencial para seu processo de cura.

“Assisti a uma série que me salvou, me trouxe [de volta]. O poder da arte, nada me interessava, dizia: ‘Deus, me dê uma coisa que me prenda atenção, que eu goste de ver!’ Assisti à maravilhosa, aliás, não percam a brilhante, maravilhosa Mrs. Maisel, na Amazon, que é uma joia de interpretação, roteiro, direção de arte e conceito”, contou Falabella, nessa sexta-feira (21/8), em entrevista para o programa O Mundo Pós-Pandemia, da CNN Brasil.

A comédia, protagonizada por Rachel Brosnahan, empodera a mulher ao narrar a história de uma dona de casa, em plena Nova York do fim dos anos 1950, que busca independência em uma sociedade dominada por homens. A série está renovada para a quarta temporada e já conquistou 54 indicações ao Emmy.

O ator confessou, ainda, que nos dias seguintes ao desligamento da empresa da família Marinho, vivenciou um bloqueio criativo. “Tive que viver um luto profissional de abandonar um local de trabalho em que atuei por 38 anos, ainda que tudo tenha sido feito na maior elegância, não tenho nado do que reclamar”, ressaltou.

Miguel Falabella lembra que, logo que iniciou a quarentena, devido à pandemia da Covid-19, ele comemorou o fato de poder terminar de escrever projetos inacabados. “Eu pensei: ‘Nossa, que maravilha, eu tenho tempo’”. Mas, de acordo com o escritor, a realidade foi bem diferente. “Não consegui fazer nada. Eu sentava na frente do computador e falava: ‘Mas pra quê?’. Eu vou terminar um romance pra quê? Fiquei um mês assim, tinha que viver meu luto, ficar quietinho comigo mesmo, achar alguma coisa que me interesse muito”. Assim, ele encontrou a série, que lhe trouxe a alegria para voltar aos seus projetos. (Metrópoles)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •