Foto: Robervaldo Rocha
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nesta segunda-feira (13), durante sessão plenária na Câmara Municipal de Manaus (CMM), o vereador Hiram Nicolau (PSD) reforçou o protocolo divulgado pelo Ministério da Saúde, que confirma que a ventilação não invasiva (VNI) é mais eficaz no tratamento do novo coronavírus (Covid-19). O método é adotado desde março, por meio da chamada Cápsula Vanessa.

“Nesse último sábado o Ministério da Saúde definiu como novas diretrizes para o tratamento do Coronavírus o diagnóstico e tratamento precoce e a Ventilação não Invasiva, ou seja, tudo o que já fazemos desde março, o Ministério da Saúde estabelece como tratamento primordial para o combate à Covid 19”, ressaltou o parlamentar.

Hiran Nicolau também cobrou do Ministério Público do Estado (MPE/AM), investigação sobre as milhares de mortes ocasionadas pelo Coronavírus no Amazonas.

“O Ministério Público precisa agir em relação à omissão do governo do Estado. Pessoas morreram porque o Governo do Amazonas decidiu não usar algo que estava sendo lhe ofertado gratuitamente, equipamentos profissionais e protocolo de atendimento, que foram ofertados sem nenhuma cobrança e simplesmente recusado. Não sabemos o motivo, mas essa recusa causou milhares de mortes. É triste termos visto cenas horríveis de pessoas batendo nas portas de hospitais e voltando para casa, morrendo em casa, sufocadas, sem ar”, disse o parlamentar.

Após o Ministério da Saúde ter reconhecido que o tratamento com Ventilação não Invasiva (que evita a intubação) é eficaz no tratamento de pacientes infectados pelo Coronavírus, vários estados brasileiros, além da Bolívia passaram a adotá-lo.

Hiram Nicolau confirmou a vinda, nesta segunda-feira (13), do diretor-geral da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Brusque (SC). Rodrigo Cesari chega a Manaus para conhecer a Cápsula Vanessa e outros protocolos para alcançar resultados rápidos e eficazes na cura de pacientes atingidos pelo novo coronavírus.

“A cidade de Brusque em Santa Catarina vem hoje a Manaus com representantes do prefeito, para levar esses equipamentos e tratar seus cidadãos. O Estado do Acre usou ,além de Roraima, Pará, Pernambuco e até a Bolívia. Só o Amazonas não usou, porque faltou vontade política que, infelizmente, custou vidas”, lamentou o parlamentar.

O método da ventilava não Invasiva deve ser implantado nos hospitais de Brusque já na próxima semana.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •