Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Morreu no final da tarde desta quarta-feira (20), em decorrência da Covid-19, o general do Exército Geraldo Antonio Miotto.

Próximo ao presidente Jair Bolsonaro, Miotto, que é ex-chefe do Comando Militar do Sul, tinha 65 anos e estava internado desde 1º de dezembro.

Ele faleceu no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA). Antes, havia passado, para se tratar da Covid, pelo Hospital Militar de Área de Porto Alegre pelo Hospital de Aeronáutica de Canoas.

No Exército desde 1972, Miotto foi colega de turma de Bolsonaro na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em 1975.

O militar passou para a reserva no ano passado e, próximo ao governo, chegou a ser cotado para assumir a Casa Civil antes do também general Braga Netto ser nomeado para a pasta.

Em nota, o Comando Militar do Sul lamentou a morte de Miotto. Confira, abaixo, a íntegra.

O Comando Militar do Sul (CMS) informa, com pesar e muita tristeza, o falecimento do General de Exército Geraldo Antonio MIOTTO, antigo Comandante Militar do Sul, que se encontrava na reserva. General MIOTTO, internado desde o dia 1° de dezembro de 2020, devido à COVID-19, faleceu hoje, dia 20 de janeiro de 2020, na Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital de Clínicas, na cidade do Porto Alegre/RS.

Como membro do Alto Comando do Exército, o General MIOTTO ocupou os cargos de Comandante Militar da Amazônia (2016 – 2018) e Comandante Militar do Sul (2018 – 2020).

Nascido em 20 de março de 1955, em São Marcos/RS, o General MIOTTO ingressou no Exército Brasileiro em 28 de fevereiro de 1972, na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em Campinas/SP. Em 1975, seguiu para a Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) onde, em 14 de dezembro de 1978, foi declarado Aspirante-a-Oficial da Arma de Cavalaria, sendo o primeiro colocado de sua turma e recebendo a Medalha Marechal Hermes de bronze.

Nesse momento de dor, o Comando Militar do Sul se solidariza com familiares e amigos, e expressa as mais sinceras condolências pela perda, como também, agradece a dedicação do trabalho prestado ao Exército Brasileiro e ao Brasil.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •