Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Por se tratar do primeiro jogo-teste da Arena da Amazônia Vivaldo Lima antes da Copa do Mundo FIFA 2014TM, o jogo inaugural do estádio, neste domingo, dia 9 de março, seguirá os mesmos moldes do padrão estabelecido pela FIFA durante o Mundial. O Governo do Estado, em parceria com a Prefeitura de Manaus, preparou todo um esquema que pretende testar a funcionalidade do estádio e a operacionalidade da segurança, mobilidade do trânsito, transporte público, entre outros.

“O que eu estou preocupado agora é que a gente coloque tudo para funcionar, de modo que possamos corrigir, imediatamente, aquelas falhas que porventura possam acontecer”, disse o governador em entrevista na última visita que fez à Arena. Segundo ele, os jogos testes – haverá mais dois – servem justamente para testar a funcionalidade do estádio e de todo o operacional para os quatro jogos da primeira fase da Copa 2014 em Manaus, que serão realizados em junho: Inglaterra x Itália (dia 14), Camarões x Croácia (dia 18), Estados Unidos x Portugal (dia 22) e Honduras x Suíça (dia 25).

O jogo inaugural da Arena será um clássico regional entre o Nacional, de Manaus (AM) e o Clube do Remo, de Belém (PA), pela Copa Verde. A partida inicia às 18h30, mas a operação já vai estar nas ruas pela manhã com a Polícia Militar do Amazonas (PM-AM) e o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) iniciando, às 7h, a interdição de trechos da avenida Constantino Nery (no bairro Chapada), Loris Cordovil (no Alvorada) e Pedro Teixeira (no Dom Pedro).

Em todo o perímetro de segurança da Arena serão instalados 22 postos de verificação onde terão acesso apenas os torcedores, veículos credenciados e moradores das proximidades do estádio – conforme a demarcação de um quilômetro de distância do estádio estabelecida pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-AM) junto aos órgãos municipais e federal. Nesse perímetro, 2.100 policiais militares estarão mobilizados para a segurança do evento.

Na avenida Constantino Nery serão estabelecidas quatro barreiras de segurança. Um na altura da Rodoviária restringindo o acesso de pessoas e veículos em todo esse trecho até o cruzamento com a Darcy Vargas, onde será montada outra barreira (próximo ao Sírio Libanês). A Rua da Indústria, que dá acesso da Djalma Batista para a Constantino, também será interditada por barreira policial. Na Pedro Teixeira, a interdição inicia no cruzamento com a Darcy Vargas, próximo à praça de alimentação do Dom Pedro, se estendendo até a esquina com a Djalma Batista (em frente à sorveteria Happy Ice). Na Loris Cordovil, duas barreiras serão montadas interditando o trecho a partir do SPA da Alvorada até a esquina com a Constantino (em frente ao restaurante Picanha Mania). (ver mapa)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •