Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O delegado da Polícia Civil de São Paulo Paulo Bilynskyj, encontrado baleado no apartamento onde mora, em São Bernardo do Campo, em 20 de maio, utilizou as redes sociais para mostrar sequelas dos seis disparos que recebeu.

Em uma publicação no Instagram, Bilynskyj colocou uma foto em que parte do seu dedo está decepado com a legenda “pior parte”. Veja abaixo.

Em outro post, o delegado afirmou que descobriu um projétil alojado em sua costela direita, após sentir muita dor nas costas.

Entenda

O delegado foi encontrado baleado no apartamento onde mora, em São Bernardo do Campo. A então noiva de Bilynskyj, Priscila Delgado de Barrios, foi encontrada morta no local, também com marcas de tiro.

A versão do policial endossa que Priscila teria atirado contra ele após se revoltar com mensagens lidas no celular. Em vídeo, ele afirma que ela efetuou seis disparos contra ele e depois deu um tiro em si mesma. A Polícia Civil investiga o caso como suicídio e tentativa de homicídio.

A Polícia Civil e a Corregedoria da Polícia Civil ainda tentam desvendar o que realmente aconteceu no apartamento. As hipóteses giram em torno de: tentativa de homicídio seguida de suicídio; feminicídio; homicídio; e legítima defesa.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •