Maria Ressa, cofundadora do site filipino Rappler, e Dmitri Muratov, ediftor-chefe do principal jornal independente russo Foto: AFP
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Academia Real das Ciências da Suécia anunciou nesta sexta-feira (8) que os jornalistas Maria Ressa e Dmitry Muratov ganharam o prêmio Nobel da Paz de 2021, por seus esforços pela liberdade de expressão. As informações são do G1 e da Folha.

A entidade disse que Ressa e Muratov receberam o Nobel “por sua corajosa luta pela liberdade de expressão nas Filipinas e na Rússia”, e que ela “é uma condição prévia para a democracia e para uma paz duradoura”.

Ressa e Dmitry foram escolhidos entre 329 candidatos, sendo 234 indivíduos e 95 organizações. Os outros nomes da lista só se tornarão públicos daqui a cinco décadas, de acordo com as regras do comitê da entidade.

Reprodução/Prêmio Nobel

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •