Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Olá Navegantes!

Hoje pretendo ir direto ao ponto com vocês. Apesar de ser uma campanha amplamente divulgada, ainda há muita desinformação sobre o Novembro Azul. E se você é mulher, fica aqui com a gente, pois a sua participação é fundamental para contribuir com a conscientização sobre saúde masculina e prevenção ao câncer de próstata.

Embora homens e mulheres tenham próstata, é na população masculina que se concentra o maior percentual de casos de câncer, sendo a segunda maior causa de morte em homens por doenças atrás apenas das cardiopatias. Embora seja o segundo tipo de câncer mais comum (atrás somente do câncer de pele) o câncer de próstata é o mais letal, devido na maioria dos casos, a descoberta ser tardia. No Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata, segundo os dados mais recentes do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Muitas pessoas não sabem o que é a próstata e nem qual a sua função, mas a próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas, e se assemelha a uma castanha. Ela localiza-se abaixo da bexiga e sua principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o esperma.

O câncer de próstata não apresenta sintomas na fase inicial e quando alguns sinais começam a aparecer já estão na fase avançada. Sinais esses que incluem:

  • dor óssea;
  • dores ao urinar;
  • vontade de urinar com frequência;
  • presença de sangue na urina e/ou no sêmen.

Os fatores de risco incluem:

  • histórico familiar de câncer de próstata: pai, irmão e tio;
  • raça: homens negros sofrem maior incidência deste tipo de câncer;
  • hábitos nocivos como o consumo de álcool e o tabagismo;
  • obesidade.

No caso do câncer de próstata a prevenção é o melhor remédio. Há muito mito envolvendo o exame de prevenção e até mesmo muitas piadas entre a população masculina, especialmente dentro de culturas machistas (embora hoje com o avanço da medicina existam outras formas de exame que não somente o toque retal).

Muitos homens naturalmente não têm o hábito de cuidar preventivamente da saúde, e geralmente quando o fazem é por incentivo feminino, seja da esposa, mãe, filha, etc. E por esse motivo, nós mulheres, devemos nos manter informadas a fim de que possamos usar nossa influência de forma positiva, incentivando e apoiando as pessoas que amamos.

Faça parte dessa campanha, converse com seus familiares e com seu urologista, tire todas as suas dúvidas e se você já tem 40 anos ou mais aproveite o novembro azul para fazer o seu exame. A vida é muito curta para nós negligenciarmos nossa saúde.

Saúde é prioridade, o resto a gente corre atrás!

Se cuidem!

(E não se esqueçam de usar a hashtag #novembroazul)

Syrsjane N. Cordeiro

Psicóloga pelo UNASP – SP, Especialista em Saúde Mental. Já atuou como psicóloga na prevenção e promoção de saúde na atenção básica (NASF); na prevenção e promoção de saúde indígena no Alto Rio Solimões (SESAI); atuou também na área da assistência social, no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e no Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) SUS – Programa Melhor em Casa.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •