Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Soluções de Conflitos do Tribunal de Justiça do Amazonas (Nupemec/TJAM) começou na quinta-feira (14/01), um novo curso de Conciliação e Mediação, o primeiro na modalidade virtual realizado pelo TJAM. O curso é destinado a 14 servidores e estagiários da Corte e vai até o dia 20 de janeiro, tendo como instrutores Juliana Crespo, Andrea Basílio e Raimundo Ilmar.

O titular da 8.ª Vara de Família da Comarca de Manaus e coordenador do Nupemec/TJAM, juiz Gildo Alves de Carvalho, destacou a importância de mais uma formação voltada para a capacitação de conciliadores e mediadores no âmbito do Judiciário Estadual. “Sabemos que devido ao grande número de processos judicializados, os métodos consensuais têm se mostrado bastante eficientes e eficazes. Sendo assim, no decorrer do curso os participantes conhecerão os métodos, técnicas e linguagens da mediação e conciliação qualificada, compreendendo a sua aplicabilidade e importância no âmbito do Sistema de Justiça”, explicou o magistrado.

Após a conclusão das duas etapas do curso, os participantes serão devidamente certificados e configurados no ConciliaJud que é a atual plataforma do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para cadastro a nível nacional de todos os conciliadores, mediadores e instrutores. No momento, o banco de conciliadores e mediadores do TJAM está sendo atualizado e, brevemente os 14 cursistas serão cadastrados mediante apresentação da certificação no cadastro.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •