Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os espaços culturais administrados pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa estão com programação variada neste fim de semana. Entre as opções, tem a última atividade do “Tô de férias na Cultura”, oficinas sobre produção de quadrinhos e espetáculos de teatro, música e dança. Confira!

Sexta-feira (31/01)

9h – Finalizando a programação do “Tô de férias na cultura”, haverá a última etapa da atividade “Três Sentindo no museu”, no Palacete Provincial (Praça Heliodoro Balbi, s/nº, Centro). Desta vez, o sentido trabalhado será o denominado “Novolhar na Pinacoteca”, que integra uma visita guiada aos museus do Palacete e uma oficina de pintura. Participação por meio de inscrição e com turma de no máximo 20 crianças. Classificação livre e entrada gratuita.

17h – No Parque Senador Jefferson Péres (avenida Lourenço da Silva Braga, 1507, Centro), a Contém Dança Cia apresentará “A Rua Dança”, uma intervenção urbana com ações performativas, realizando infinitas possibilidades de ocupação do corpo a partir do tema violência. A performance foi contemplada no Edital Amazonas Cênico 2019. Classificação livre e acesso gratuito.

18h30 – Na Banca do Largo, no Largo de São Sebastião, haverá a programação especial pelo “Dia do Quadrinho Nacional”, com diversas atividades gratuitas, entre palestras, oficinas, exposição e feira de quadrinhos. As oficinas são: “Produção, Divulgação e venda de quadrinhos”, com Evaldo Vasconcelos, e “Criação de personagens para quadrinhos”, com Luiz Andrade. Acesso gratuito.

19h – No Cineteatro Guarany (av. Sete de Setembro, 1456, Centro, Vila Ninita, anexo ao Palácio Rio Negro), a Espatódea Trupe apresentará “Upiara e a Lenda da Água Doce”, espetáculo infantil contemplado no Edital Amazonas Cênico. Trata-se da história de uma menina que ganha um livro sobre o surgimento do rio Amazonas. Encantada com a obra, a garotinha se transporta, junto com seus amigos, para dentro do enredo, e lá eles conhecem personagens lendários dos contos e lendas da floresta, e vivem muitas aventuras. Classificação livre e entrada gratuita.

19h – No Centro Cultural Usina Chaminé (Avenida Manaus Moderna, Centro), a Cia Expressão e Vida apresentará “É de Bom Tom”. O espetáculo contemplado no Edital Amazonas Cênico é inspirado em Tom Jobim. Suas canções são interpretadas com performances nas técnicas de danças urbanas, fazendo um diálogo com as danças contemporâneas. Evento gratuito, com classificação livre.

19h – Já no Teatro da Instalação (rua Frei José dos Inocentes, s/nº, Centro), o Ateliê 23 apresentará “Vacas Bravas”, espetáculo cuja história traz metáforas que propõem uma leitura subjetiva ao espectador sobre não aceitar o que é imposto. O espetáculo acontece em três territórios: o da mãe, do afeto e do artista, que são apontados em cena com desenhos no próprio cenário como, respectivamente, o que é grande e a gente não alcança, o que ocupa muito espaço na gente e o que é difícil ficar. O espetáculo, contemplado no Edital Amazonas Cênico, não é recomendado para menores de 16 anos. Entrada gratuita.

Sábado (01/02)

18h30 – A programação do “Dia do Quadrinho Nacional” continua no sábado, na Banca do Largo, com as oficinas “Narrativa de Histórias em quadrinhos”, ministrada por Ademar Vieira, e “Fanzine, por onde começar?”, por Alberto Fermin, além da exposição e da feira de quadrinhos. Acesso gratuito.

20h – No Teatro Amazonas, Geraldo Azevedo apresentará o show “Solo Contigo”. Sozinho no palco, vestido como um trovador moderno, empunhando seu eterno companheiro de luta (o violão), o cantor apresentará um repertório com canções que se destacaram em cinco décadas. Ingressos à venda na Bilheteria do Teatro e no site www.obaingressos.com.br/ ao preço de R$ 200 (plateia e frisas) e R$ 150 (1º, 2º e 3º pavimentos). Evento não recomendado para menores de dez anos.  

Domingo (02/02)

9h às 14h – Uma boa pedida para o domingo é visitar a exposição “Arquiteotonicas”, de Otoni Mesquita, em cartaz no Centro Cultural Palácio da Justiça (avenida Eduardo Ribeiro, 901, Centro). A mostra, recém-inaugurada, apresenta cidades imaginárias que se complementam quase que infinitamente, gravuras de seus habitantes fantasiosos, objetos decorados com símbolos de culturas inventadas e uma torre de babel que reúne a vida e arte do artista. A entrada é gratuita.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •