Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Visando um combate mais eficiente contra a Covid-19, a Prefeitura de Santa Isabel do Rio Negro, embarcou nesta sexta-feira para o município, aproximadamente 1,5 toneladas de medicamentos e materiais hospitalares.

Um avião carregado de remédios e cilindros de oxigênio, decolou na manhã desta sexta-feira do Aeroclube de Manaus rumo ao município para abastecer a Unidade Hospitalar e as cinco Unidades Básicas de Saúde.

Um barco sairá nas próximas horas levando mais equipamentos necessários ao setor de Saúde.

Desde o primeiro dia de 2021 que a nova administração municipal vem se esforçando para garantir todos os serviços de emergência e urgência no hospital e rede de UBs.

Para que os atendimentos transcorram sem prejuízo à população, o prefeito José Ribamar Beleza autorizou a contratação emergencial de setenta profissionais da área de saúde, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, entre outros que formam cinco equipes multiprofissional que estão atuando em todo o sistema de Saúde.

Além disso, a Unidade Hospitalar foi abastecida com gêneros alimentícios e materiais de expediente. O município de Santa Isabel do Rio Negro está sob Decreto Emergencial financeiro e administrativo motivado pela situação caótica deixada pelo ex-prefeito que, no apagar das luzes, saqueou materiais, documentos e recursos financeiros de funcionários e verbas destinadas para o funcionamento da máquina administrativa.

O ex-gestor está sendo alvo de várias denúncias junto aos órgãos de investigação. “Não nos foi permitido nem mesmo fazer a transição. Assumimos às cegas e com inúmeros problemas, mas estamos realizando gestões junto aos órgãos competentes para reaver o patrimônio do município que foi saqueado”, informou o prefeito.

Segundo o secretário Municipal de Saúde, enfermeiro Rubens Albuquerque, todos os preparativos para o início da campanha de vacinação estão sendo elaborados de acordo com o que foi estabelecido pelo Programa Nacional de Imunizações. A remessa de hoje foi adquirida junto à Central de Medicamentos do Amazonas (CEMA) e Secretaria de Saúde.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •