Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O pastor canadense, Tim Stephens, que foi preso em 14 de junho depois de realizar um culto ao ar livre em Alberta, foi libertado da prisão e agradeceu a Deus por ter sustentado a sua congregação nesse momento difícil. As informações são de Gospel Prime.

O pastor da Fairview Baptist Church em Calvary, passou esse fim de semana com a sua família, depois de ter passado duas semanas encarcerado acusado de ter descumprido as ordens do Serviço de Saúde de Alberta sobre a Covid-19.

Através de um helicóptero, a polícia descobriu o local que Stephens estava fazendo os cultos e logo em seguida o prendeu em sua casa, enquanto os seus filhos choravam e assistiam à prisão.

“Hoje é um dia de muita gratidão. Estou grato que as restrições foram feitas e rescindidas, incluindo as ordens judiciais que vêm junto com isso”, disse o pastor a Rebel News.

“Liberdade em Cristo”

Durante a prisão, o pastor escreveu uma carta para os seus filhos: “Fui preso porque estou convencido pela Palavra de Deus, pela razão e pela ciência, que devemos nos reunir como igreja e viver nossas vidas com liberdade em Cristo”.

Ele não foi o único pastor canadense a enfrentar consequências legais. Um pastor de Aylmir, Ontário, também teve que pagar quase 200 mil dólares em multa, e também  Arthur Pawlowski de Calvary que enfrentou várias perseguições e também foi preso, de acordo com o The Christian Post.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •