Foto: Reprodução
Compartilhe

Perícia realizada no corpo de Tony Moretto, 48 anos, aponta que o policial morreu no mesmo dia em que invadiu um motel e atirou contra um personal trainer, no bairro Nova Lima, em Campo Grande.

O caso aconteceu na última sexta-feira (26). Tony invadiu o motel, agrediu a ex-esposa, de 35 anos, e atirou na boca do personal, que acompanhava a mulher no motel.

Segundo a mulher, os dois estavam em processo de separação.

Tony foi encontrado morto em uma estrada de chão, na tarde de ontem (28), na região das Moreninhas, em Campo Grande.

O caso é tratado como suicídio. Moretto ingressou na Polícia Rodoviária Federal no ano de 2006 e atuava na Delegacia de Guia Lopes da Laguna.

Ele era chefe do setor de tecnologia e informática e também atuava como instrutor de armamento e tiro.

O policial deixa uma filha. (Topmídia)

#Polícia #Brasil #PerdeuACabeça #Homicídio #MatoGrossoDoSul #Revolta #Mortes


Compartilhe