Foto: Joelma Sanmelo
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O projeto de lei que proíbe a homenagem a corruptos segue avançando na Câmara Municipal de Manaus. De autoria do vereador Raiff Matos (DC), o projeto de lei 334/21 impede a colocação do nome de condenados por corrupção em ruas ou qualquer construção realizada com verba pública em Manaus. O projeto seguiu agora para a 3ª Comissão de Finanças, Economia e Orçamento. 

“Não é admissível a homenagem a corruptos na cidade de Manaus. Essas pessoas precisam pagar pelo crime que cometeram e não receber homenagens, eternizando seus nomes em nossa cidade”, justificou o vereador Raiff Matos. 

O vereador acrescenta que nomes utilizados para denominar logradouros funcionam como forma de homenagear personagens que farão parte da história da localidade. “É necessário estabelecer critérios para a escolha dos nomes dos logradouros, evitando que pessoas condenadas, que não deveriam servir de exemplo sejam homenageadas”, completou. Na deliberação no plenário, o vereador William Alemão parabenizou a propositura encaminhada pelo vereador Raiff Matos que agora avança para a Comissão de Finanças.  

Dia do Músico e Réveillon Gospel

O vereador Raiff Matos (DC) também fez referência no plenário da Casa ao Dia do Músico, comemorado neste dia 22 de novembro. Raiff lembrou que também é representante dos músicos no Parlamento e tem buscado valorizar a atividade em Manaus. 

“Como presidente da Comissão de Cultura da CMM, tenho buscado valorizar a atividade profissional incentivando a abertura de editais pela Prefeitura de Manaus, aperfeiçoando a legislação que incide sobre a atividade musical incluindo até o cuidado com os bastidores da atividade musical”, disse o vereador. 

O vereador também tem cobrado maior fiscalização na lei que garante espaço na radiodifusão para artistas locais. Raiff também apresentou projetos que valorizam esses profissionais. Um deles, o projeto de lei 607/21 busca regulamentar a cobrança e a destinação do couvert artístico em Manaus. O projeto de lei 585/21 busca a inclusão do ensino da música como tema transversal nas escolas de Manaus. 

O vereador Raiff Matos também tem lutado pelos músicos do segmento gospel para a inclusão deles na programação dos eventos da Prefeitura. Uma grande vitória foi a inclusão de programação gospel no Réveillon deste ano. “Pela primeira vez teremos em Manaus uma celebração para as famílias evangélicas em Manaus no Réveillon”, afirmou. O vereador também apresentou outro projeto de lei para a realização de um Festival de Artes Cristãs, o Fegam.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •